sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Esclerose ou um post à Grassa

As memórias da minha família continuam a ser o que me dá forças. Lembro-me de irmos todos num carro -já não me lembro de que tipo era- e andarmos, andarmos. Já não me recordo para onde mas acho que o sítio tinha árvores. Havia um cheiro de qualquer coisa no ar e jogámos um desporto qualquer. Creio que também estava um tipo mais velho que chamávamos "Pai". Comemos qualquer coisa, ou então não, e depois acho que fomos para casa. 


Há memórias que nunca nos abandonam por mais que o tempo passe.

5 comentários:

Vani disse...

Grassa?...

Jack Merridew disse...

Vani?...

Vani disse...

quem?...

Jack Merridew disse...

Onde?...

grassa disse...

Não percebo se estás a gozar com o meu pai ou com a minha memória, mas qualquer uma das duas merece. E ambas estão mortas.