segunda-feira, 14 de fevereiro de 2011

Na cadeia


Aproveitando a dica de um dj nosso conhecido fomos almoçar a Estremoz, ao restaurante Cadeia Quinhentista. O restaurante está dentro das muralhas do castelo, junto à torre de menagem onde a bacoreta da Leonor Teles andou engalfinhada com o Conde Andeiro.

Fica no edifício recuperado da antiga cadeia da comarca de Estremoz. O ambiente é agradável e acolhedor e o nosso anfitrião, o sr. Simões, desfez-se em gentilezas, algo afectadas, quando nos recebeu. 

Para entrada foram-nos apresentadas favas marinadas em molho vinagrete e queijo fresco em sumo de maracujá e alecrim. Gostei particularmente do segundo enquanto a minha confrade se atirava às primeiras. (Nota mental: não comer o alecrim!) Pontos contra por virem servidas em colheres retorcidas, muito pouco práticas... 

Passámos depois a uns cogumelos estufados enquanto decidíamos que pratos pedir! A carta é farta e estive inclinado a pedir o bife de veado estufado com espargos e castanha de Trás-os-montes o que não fiz porque a minha confrade começou a dizer "Bambi, Bambi" com voz suplicante... Aproveitando que não se lembrou do porquinho Babe, acabámos por pedir uns medalhões de porco preto com migalhada de espargos bravos, que muito nos agradou!

Para beber pedimos um Herdade Paço do Conde, reserva de 2007, tinto. No rótulo dizia "cor granada. Aroma intenso e complexo, notas abaunilhadas conjugadas com cereja preta, paladar estruturado e macio, final longo e elegante"... Pela minha apreciação, não estava azedo.

Também no rótulo dizia que era 60% casta Syrah, 30% de Touriga Nacional e 10% de Alicante Bouschet! Pareceu-me que tinha uns 2,7% de Trincadeira mas não vou apostar...

Pedimos uma marquise de chocolate para sobremesa, enquanto eu alargava o cinto das calças, que acompanhámos com licor de bolota.

Ah! Devo dizer que começámos com duas caipirinhas como aperitivo! Na borda de cada copo colocaram um pequeno boneco de plástico. Enquanto a minha confrade teve direito a uma sereia, eu fui brindado com um camelo... Devia ter pedido explicações!!!!!


4 comentários:

S. disse...

Então e pãozinho com manteiga e azeitoninha com alho e oregão, não havia? Que sítios mais sem graça, esses que frequentas...

A disse...

parece ser um sítio bastante bom.
servem bitoques?

Jack Merridew disse...

A perdiz com castanhas também prometia mas eu nunca soube muito bem como comer aves pequenas sem dar ar de viking a estralhaçar o bicho com as mãos!

L.Gato disse...

Caro Jack,
Recomendo a perdiz e confesso que prefiro ter um bambi no prato do que dois bambis no prado. Eu tive a sorte de apanhar umas ostras do Sado que estavam excelentes. As sugestões da chef Alice Pola são de seguir, tal como as sugestões de vinho. A reserva de Paço do Conde não é nada má, a colheita normal já é um vinho médio. Aprecio muito a casta Syrah, confere bons taninos, dá corpo e aromas de especiaria.

Um abraço respeitoso,